SÉRIES // 13 REASONS WHY

Depois de acabar todos os episódios disponíveis de Girls, da qual fiz review aqui, precisava de encontrar algo mais sério e dramático - como eu - e aí começou a procura por uma série nova para ver. 13 Reasons Why apareceu-me, por acaso, no site que utilizo para ver séries e chamou a minha atenção tanto pelo nome como pela fotografia. E assim foi: sem ler nada sobre a série, sem sequer saber aquilo que tratava ou que género de série seria, comecei a ver o primeiro episódio.

Esta série, baseada num livro de Jay Asher com o mesmo título, conta a história de Hannah Baker, uma rapariga de 17 anos que comete suicídio e deixa um conjunto de 13 cassetes com as 13 razões pelas quais se suicidou; todo o enredo gira em redor de Clay Jensen, a 11ª pessoa a receber as cassetes e que nos acompanha nesta jornada pela vida da Hannah.


Não vou ser hipócrita e dizer que esta série se aguenta bem, porque não é verdade. Saber que cada episódio estamos mais perto de chegar ao fim da linha, ao fim da vida da Hannah mexe muito connosco. Aliás, toda a série mexeu muito comigo - cheguei ao fim da 1ª temporada e chorei durante horas até adormecer. O conceito da série é muito forte e trata temas que não são usualmente tratados neste tipo de série: o suicídio, o machismo e o bullying são fortemente mencionados ao longo dos episódios e a facilidade com que um pequeno comentário afetam a vida de uma pessoa é demonstrada.

Esta série deixou-me com mixed feelings: se por um lado adorei a série, achei a maior parte das personagens excelentes e achei o conceito muito bom, por outro não acho que seja realista. Uma pessoa que se queira suicidar porque os outros lhe fizeram mal não iria, a meu ver, deixar pequenas cassetes a todas as pessoas que lhe poderiam ter provocado algum sofrimento porque isso é pagar na mesma moeda aquilo que lhe fizeram. Ainda assim, compreendo que tenha sido a melhor forma que o autor encontrou de expor o assunto de uma forma cativante e que nos deixe a refletir sobre o assunto. 

Porque, oh man, esta série deixou-me em stand by durante algum tempo. Só agora, quase uma semana depois de ter acabado, é que consigo estar a escrever sobre a mesma. E aquilo que concluo com todos os episódios é que temos que aprender a pensar mais no outro, a preocuparmo-nos mais com aquilo que dizemos ao próximo e não desprezar algo que para nós pode não ser importante mas para os outros pode ser muito importante. A violência psicológica infelizmente ainda é uma constante no nosso dia-a-dia, seja em jeito de brincadeira ou realmente sentida. Não se calem se assistirem a algo semelhante e, por favor, se alguma vez se sentirem sozinhos, procurem alguém - um parente, um amigo ou um professor: há sempre uma solução.

“You don’t know what goes on in anyone’s life but your own. And when you mess with one part of a person’s life, you’re not messing with just that part. Unfortunately, you can’t be that precise and selective. When you mess with one part of a person’s life, you’re messing with their entire life. Everything. . . affects everything.” 


Já viram esta série? O que acharam?

15 comentários:

  1. Vi hoje o primeiro episódio e gostei bastante. Acho que o tema é muito pertinente :)

    ResponderEliminar
  2. Já tenho a temporada à minha espera :P

    ResponderEliminar
  3. Ainda ontem estive a falar com umas colegas sobre a série. E se já estava muito curiosa então agora fiquei ainda mais!
    Beijinhos

    Http://averamarques.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Adorei esta serie! Já tenho o livro de onde se baseou a serie na fila para ler :)

    ResponderEliminar
  5. Já vi a serie e adorei! Uma serie que necessita de ser falada tal com os assuntos abordados!!

    Beijinhos!
    Black Rainbow / Instagram

    ResponderEliminar
  6. Será que vai ter segunda temporada.
    Infelizmente a realidade apresentada é normal dentro do mundo que vivemos.
    Uma sociedade machista e egocêntrica.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  7. Já ouvi falar desta série, mas nunca me despertou a atenção o suficiente para saber do que se tratava. Ainda agora, depois de ter lido a tua publicação, não sei se se trata de algo que eu queira ver; ao mesmo tempo, não deixa de parecer interessante. Obrigado pela partilha!

    ResponderEliminar
  8. Eu comecei a ver esta semana, só vi o 1º episodio e serviu para me colar à serie :)

    ResponderEliminar
  9. Ainda ontem falei no meu blog sobre ela! E fiquei com o mesmo sentimento que tu. Quando acabei de ver a série chorei. A série simplesmente não me sai da cabeça. É mesmo forte. Adoreeeei!

    ResponderEliminar
  10. Heyy, estou no 5º episódio da série, e não tenho palavras para a descrever, há sempre um pequenos elemento que liga a história toda!
    Estou in love, beijinhos
    My little Space
    curio-so.blogspot.com

    ResponderEliminar
  11. Eu adorei a série, a mensagem dela e tudo mais!

    ResponderEliminar
  12. O mundo parou com esta série e eu confesso que ando tão curiosa com ela!

    THE PINK ELEPHANT SHOE // INSTAGRAM //

    ResponderEliminar
  13. Só tenho visto boas críticas, está na lista para ver! :)

    ResponderEliminar
  14. Estou neste momento a ver esta série e estou a adorar ! Uma pessoa fica mesmo a reflectir depois de ver cada episódio.

    wwww.atwednesdaysiwearpink.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  15. é pena mesmo é só haver 1 temporada, adorei mesmo e ensina tanto sobre a sociedade que vivemos, em imensos aspetos !!
    beijinhos (:

    ResponderEliminar