CARTAS DE COIMBRA // ESTUDAR NA CIDADE

A semana do caloiro está a decorrer na Universidade de Coimbra e eu senti que este seria o momento ideal para começar uma nova rubrica aqui pelo blog: as Cartas de Coimbra, um pequeno segmento onde partilho experiências e também sítios que vou conhecendo ao longo dos meus anos enquanto estudante na cidade. Considerei que o melhor tema para falar nesta primeira publicação da rubrica seria direccionado aos caloiros, com alguma da minha experiência enquanto caloira na Universidade de Coimbra e algumas dicas de como sobreviver aos melhores anos da vossa vida.


A FACULDADE
A ida para a Universidade, seja em qualquer zona do país, é um salto muito grande na vossa vida, a nível escolar. A exigência aumenta exponencialmente e o grau de tolerância dos professores também diminui drasticamente. Uma coisa é certa: deixa de existir o deixa andar. Ou se estuda, ou temos algumas dificuldades em acompanhar a matéria e a quantidade de trabalhos que temos que apresentar. Não, não é preciso passar dia e noite a estudar, mas é importante, mais do que nunca, um estudo contínuo e sistemático.

INTEGRAÇÃO
A mudança do secundário para a Universidade acarreta o que, para muitos, é um grande problema: deixar de ter o nosso grupo de amigos ao pé de nós todos os dias. Pode parecer difícil, à primeira vista, fazer amigos. Eu bem sei o stress porque passei durante as minhas férias de Verão, ao pensar que não conseguiria falar com ninguém e andaria sempre sozinha. Tudo acabou por se revelar um exagero da minha parte quando cheguei e, no primeiro dia, comecei logo a falar com toda a gente. Afinal de contas, estão todos para o mesmo! Todos perderam a presença dos seus amigos mais próximos e precisam de fazer amigos novos, por isso é de imperial importância a comunicação. Sacudam a vergonha, falem com os vossos colegas, afinal são eles que vos vão acompanhar durante todos os vossos anos de curso.

ALOJAMENTO
Para a maior parte das pessoas, ir estudar para Coimbra significa sair de casa dos pais, ou seja, procurar um quarto para viver. Procurem sempre por uma coisa nos quartos: o conforto; não esperem, obviamente, grandes luxos mas também não podem viver num quarto demasiado pequeno para arrumarem, por exemplo, as vossas coisas. O melhor conselho que eu tenho para dar é que procurem um quarto que esteja relativamente perto de tudo. É importante estar perto da faculdade, sim, até porque terás que lá ir todos os dias, mas também deves ficar perto de uma zona central como, no caso de Coimbra, da Praça da República. É uma zona onde todos os estudantes se encontram para um café nocturno, por exemplo. A não esquecer a proximidade a um supermercado/mercado uma vez que ir às compras passará a ser algo que fará parte da vossa rotina. Procurem uma zona segura, aonde possam passar sem qualquer problema a qualquer hora e aonde se sintam bem a viver.

VIDA ACADÉMICA
Ai a vida académica! A fama desta cidade e a razão de apreensão dos nossos pais! A cidade de Coimbra apresenta diversas ofertas durante todos os dias da semana de forma a podermos aproveitar o melhor que a cidade nos tem para oferecer, pela noite dentro. As emblemáticas quintas académicas, seguidas fielmente pelas não menos importantes terças académicas trazem tantas opções de festa quanto possamos querer. A verdade é que não é fácil lutar contra a tentação de tomar um café todas as noites (que acaba nuns copos nalgum bar), mas há que ter a cabeça no lugar e saber distinguir bem as coisas: quando temos que estudar, temos que estudar e quando temos que sair, temos que sair. O equilíbrio das duas partes é essencial!

A PRAXE
O bicho de 7 cabeças de toda a gente e aquilo que todos os caloiros temem quando chegam a Coimbra, a cidade conhecida pela grande tradição académica. A praxe é uma forma de receber os novos caloiros e de os integrar, acima de tudo. Não, a praxe não deveria de ser abusiva e tudo menos humilhante; a praxe a que eu fui sujeita, por exemplo, foi bastante acessível, com o devido respeito pela hierarquia mas com tempo para brincadeira e para travar amizades com os outros caloiros. Não foi nada humilhante e nem por uma vez me senti ofendida ou inferiorizada por qualquer um dos meus doutores. Aconselho vivamente a que experimentem a praxe, não decidam através do que vão ouvindo através dos media ou o que a vizinha do lado contou, porque como sabem isso é tudo sempre hiperbolizado e a praxe varia sempre de curso para curso.
Estudam em Coimbra? Alguma vez pensaram em vir estudar para cá?

Todas as minhas opiniões são baseadas na minha experiência pessoal.

19 comentários:

  1. Estudei em Santarém mas tenho pena de não ter conhecido a vida académica de Coimbra :)

    ResponderEliminar
  2. Já lemos. Realmente não é a melhor história de sempre, mas lê-se bem.
    Mas gostámos muito do blog :) Beijinhos

    Welcome to 104

    ResponderEliminar
  3. concordo com isso de experimentar a praxe! eu adorei as minhas e se pudesse voltava a ser praxada xD adorei.

    estudei em lisboa! mas gostava muito de ter estudado em coimbra, so pelo ambiente ;)

    beijinho
    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
  4. Deve ser uma experiência fantástica! ❤

    ResponderEliminar
  5. adorei os conselhos, e concordo plenamente contigo no que toca à praxe :)
    eu estudava em qualquer lado desde que fosse medicina xD veremos...
    beijinhos, Noelle :) http://supergirlinconverse.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Adorei! Também estudo em Coimbra e sei bem o que isso é. Muito bom. Já estou a seguir! Visita o meu blogue também. "themooninmyroom.blogspot.pt"

    ResponderEliminar
  7. Marli,

    Obrigada pelo teu post..
    Para quem como eu tem filhos quase a ir para a faculdade, é sempre bom ler experiências reais.!!

    Enquanto mãe, é difícil ficar mesmo descansada, mas acho que esse é um pouco o meu "papel"..

    Achei super interessante e irei acompanhar atentamente a tua nova rubrica!!! :-)


    Bjos!!

    ResponderEliminar
  8. Boa sorte nesta fase, sem dúvida dos melhores anos. Não estudei em Coimbra mas pude perceber o espírito académico - muito fixe!
    Beijinhoo
    RITISSIMA BLOG

    ResponderEliminar
  9. Que legal! Aqui no Brasil muitas coisas são diferentes mas adorei conhecer um pouco mais da cultura de vcs!
    Bjus
    Taty
    Na Casa dos Abrantes
    Canal

    ResponderEliminar
  10. Estudo em Coimbra com muito orgulho :D Sou da opinião que não devemos dizer que não à praxe sem experimentar até porque no meu caso foi bastante divertida!
    Beijinhos,

    A Maiazita

    ResponderEliminar
  11. Estudar em Coimbra deve ser uma sensação óptima, é onde toda a tradição começou. Se voltasse a ser caloira gostaria de ter ido para Coimbra. Mas todas as universidades deixam um pouquinho de saudade no nosso coração :)

    ResponderEliminar
  12. Devido à distância geográfica, estudar em Coimbra nunca foi uma opção para mim. De qualquer forma, aqui fica um belo guia para quem estiver a pensar frequentar o ensino superior lá. Apesar do que sempre se falou nos media, experimentei um dia de praxe e detestei. É como dizes, varia consoante os cursos e estabelecimentos :)

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
  13. Gostei imenso do post, sou caloira este ano na FLUL e estou a adorar!
    http://annesperks.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  14. Não estudo em Coimbra, estudo em Aveiro mas faço das tuas palavras minhas. Adorei a praxe, fiz parte da comissão de faina (praxe) durante dois anos e foi das melhores experiências de sempre! Recomendo toda a gente a experimentar antes de dizer que não gosta, é muito marcante. Para mim, pela positiva eheh
    Kiss, Mariana Dezolt
    Messy Hair, Don’t Care

    ResponderEliminar
  15. Eu tb estudei em Coimbra, morava atrás do ccgirassolum, quando não havia centros comerciais.
    Boas dicas.
    xoxo

    ResponderEliminar
  16. Parabéns linda e sucesso. Beijinho!
    https://blogsimplesglamour.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  17. Oi!
    Muito sucesso pra vc!
    Beijo
    http://momentosdemodaebeleza.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  18. Gostei muito de ler o post, é sempre interessante saber mais sobre experiências diferentes sobre um período tão importante! Aposto que vai ajudar muito os novos alunos da universidade de Coimbra que por aqui passarem :)

    ResponderEliminar